( A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W Z



Back to: "M"

manobra evasiva
Fonte1
BRASIL. Comando da Aeronáutica. Departamento de Controle do Espaço Aéreo. ICA 63-16: Programa de prevenção de acidentes aeronáuticos do departamento de controle do espaço aéreo para 2014. Rio de Janeiro, 2014. Disponível em: http://publicacoes.decea.gov.br/?i=publicacao&id=4009. Acesso em: 18 mar. 2015.
Contexto
INDICADOR DE RA   3.13.1 Tendo por base sua missão e visão estratégica, o DECEA definiu como um dos seus objetivos específicos a adequação do apoio ao gerenciamento do espaço aéreo, ocasião em que, fruto de indicadores de desempenho de segurança operacional, são implementadas mudanças e/ou processos na estrutura do espaço aéreo, como forma de atendimento às necessidades operacionais.   3.13.2 Instruções de mudanças de altitude de voo são apresentadas ao piloto pelo TCAS (Avisos de Resolução – RA), com o objetivo de evitar a aproximação e colisão com outra aeronave. Este aviso identifica que os mínimos de separação estão sendo infringidos, cabendo ao piloto comandar de imediato a manobra evasiva indicada pelo TCAS (subida ou descida). Eventualmente, o RA também pode indicar uma restrição a qualquer manobra para manter a separação existente – por exemplo, um aviso de “Não suba” ou “Não Desça”.
Espanhol
maniobra evasiva