APRESENTAÇÃO
METODOLOGIA
DICIONÁRIOS
FONTES
CONTATO

Português

A Á Â B C D E Ê F G H I Í J K L M N O Ó Ô P Q R S T U V W X Y Z

Back to: "I"

inspeção em voo
Definição1
Investigação e avaliação em voo dos sistemas/auxílios à navegação aérea e procedimentos de navegação aérea contidos em um carta aeronáutica, para se certificar ou verificar que estejam dentro das tolerâncias previstas, permitindo uma operação segura.
Fonte1
BRASIL. Comando da Aeronáutica. Departamento de Controle do Espaço Aéreo. MANINV-BRASIL: manual brasileiro de inspeção em voo. Rio de Janeiro, 2014. Disponível em: http://publicacoes.decea.gov.br/?i=publicacao&id=4048. Acesso em: 03 set. 2014.
Fonte2
BRASIL. Comando da Aeronáutica. Departamento de Controle do Espaço Aéreo. ICA 100-37: serviços de tráfego aéreo. Rio de Janeiro, 2013. Disponível em: http://publicacoes.decea.gov.br/?i=publicacao&id=3954. Acesso em: 06 ago. 2014.
Nota adicional1
Os procedimentos padronizados para a inspeção em voo requerem considerações especiais com vistas a uma aeronave apropriada, equipamentos eletrônicos precisamente calibrados e equipes (de inspeção em voo e da Seção de Aferição e Equipamentos Especiais - SAEE) treinadas e qualificadas.
Nota adicional2
As informações fornecidas para este termo são resultantes de trabalhos de pesquisa do DECEA em cooperação com a ANAC.
Contexto
6.14 TRATAMENTO ESPECIAL À AERONAVE DE INSPEÇÃO EM VOO Considerando que a maioria dos procedimentos de inspeção em voo dos auxílios à navegação exige que a atenção da tripulação esteja concentrada nos instrumentos de bordo, não lhe permitindo uma observação adequada de outras aeronaves, os seguintes procedimentos básicos de controle deverão ser observados pela TWR em coordenação com o APP, quando for o caso: a) manter contato constante com o piloto em comando da aeronave de inspeção em voo; b) manter informadas as demais aeronaves que estejam voando na área e, se for o caso, instruí-las a se afastarem; c) evitar que a aeronave de inspeção em voo sofra descontinuidades, quando autorizada para a aproximação; d) evitar arremetidas da aeronave de inspeção em voo, exceto em situações de emergência; e e) autorizar a aeronave de inspeção em voo de acordo com o solicitado pelo piloto em comando, sempre que possível.
Subárea
Segurança Operacional