APRESENTACAO
METODOLOGIA
GLOSSARIO
CORPUS
CONTATO

Português/Espanhol

A Á Â B C D E F G H I Í J L M N O Ó P Q R S T U V W Z

Back to: "S"

separação vertical
Definição1
É a separação vertical de 1 mil pés entre os níveis de voo FL 290 e FL 410, aplicada a partir de janeiro de 2005 em todo o espaço aéreo das Américas e do Caribe, após a aprovação operacional e a aprovação RVSM das aeronaves (aeronavegabilidade) pelas autoridades aeronáuticas de cada Estado.
Fonte1
BRASIL. Comando da Aeronáutica. Departamento de Controle do Espaço Aéreo. CNS/ATM Glossário. Disponível em: http://www.decea.gov.br/cnsatm/glossario. Acesso em: 23 mar. 2012.
Definição2
É a separação vertical de 1 mil pés entre os FL 290 e FL 410, aplicada a partir de 20 de janeiro de 2005 em todo o espaço aéreo das Américas e Caribe, após a aprovação operacional e aprovação RVSM das aeronaves (aeronavegabilidade) pelas autoridades aeronáuticas de cada Estado. Anteriormente, a separação mínima vertical entre aeronaves era de 2 mil pés. A redução se tornou possível graças à melhoria dos sistemas altimétricos das aeronavesmais modernas, embora suheita a certas condições operacionais, tais como a exigência de transponder em funcionamento a bordo das aeronaves autorizadas a voar com separação RVSM.
Fonte2
TROCANDO em miúdos: dicionário de termos aeronáuticos: gerenciamento do tráfego aéreo. São Paulo: C&R Editorial, 2010.
Definição3
Dentro de um espaço aéreo RVSM, o controle de tráfego aéreo (ATC) separa verticalmente as aeronaves por um mínimo de 1000 pés entre os níveis de vôo (FL) 290 e FL 410 inclusive. Espaço aéreo RVSM é um espaço aéreo de qualificação especial; o operador e a aeronave usada pelo operador necessitam ser aprovados pelo DAC. O controle de tráfego aéreo fornece aos operadores RVSM as informações para planejamento da rota.
Fonte3
AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL. RBHA 91: regras gerais de operação para aeronaves civis. Regras gerais de operação para aeronaves civis. Disponível em: http://pergamum.anac.gov.br/arquivos/RBHA91CONSOLIDADO.PDF. Acesso em: 28 nov. 2011.
Nota adicional1
Anteriormente, a separação mínima vertical entre aeronaves era de 2 mil pés. A redução para 1 mil pés foi possível graças à melhoria dos sistemas altimétricos das aeronaves mais modernas, embora sujeita a certas condições operacionais, tais como a exigência de transponder em funcionamento a bordo das aeronaves autorizadas a voar com separação RVSM. [F1]
Espanhol
separación vertical mínima reducida
 

A Á Â B C D E F G H I Í J L M N O Ó P Q R S T U V W Z