Página Principal
 
Tarifas Aéreas
 

O Relatório de Tarifas Aéreas apresenta dois indicadores econômicos de preços de passagens aéreas no Brasil: o Yield Tarifa Aérea (que apresenta o valor médio pago por passageiro em cada quilômetro voado) e a Tarifa Aérea Média (que representa o valor médio pago por passageiro em uma viagem aérea).
Os indicadores são calculados a partir das informações dos bilhetes de passagem emitidos correspondentes à comercialização dos serviços de transporte aéreo público regular de passageiros no Brasil, mensalmente registradas na ANAC pelas empresas aéreas.

A metodologia de cálculo dos indicadores do mercado doméstico considera a origem e o destino dos bilhetes aéreos, independentemente da rota, escalas e conexões, e contempla as tarifas comercializadas em todas as linhas aéreas regulares de passageiros entre aeroportos brasileiros, conforme estabelecido na Resolução nº 140/2010 e na Portaria ANAC nº 804/SRE/2010.

Não são considerados no cálculo dos indicadores os dados de: tarifas corporativas; tarifas vinculadas a pacotes terrestres e turísticos; tarifas de fretamento; assentos oferecidos gratuitamente ou com desconto diferenciado a tripulantes ou empregados da empresa aérea; assentos oferecidos gratuitamente ou com desconto diferenciado a crianças; e programas de fidelização, pontuação, milhas ou similares.

Estão disponíveis no Relatório de Tarifas Aéreas os dados do mercado doméstico de janeiro de 2002 em diante, expressos em valores nominais e também em valores atualizados pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Dúvidas, críticas e sugestões a respeito do Relatório de Tarifas Aéreas poderão ser registradas aqui, por meio da central de atendimento 0800 725 4445 ou nos postos de atendimento presencial localizados nos aeroportos de Brasília (DF) e Guarulhos (SP).

As apresentações, as conclusões e outras informações do Seminário 10 Anos de Liberdade Tarifária no Transporte Aéreo Doméstico, promovido pela ANAC no dia 21 de novembro de 2012, podem ser consultadas aqui.

 
 
Atualizado em 01/11/2013, às 17h